A gamificação corporativa e os seus benefícios  

Muito tem se falado sobre a gamificação e seus impactos nos negócios, e como esta ferramenta pode ser muito útil para o aperfeiçoamento e agilidade de treinamentos corporativos, por exemplo. Mas afinal, o que é gamificação?

A gamificação se trata do processo de incorporação de elementos de jogos em contextos de aprendizagem, como por exemplo no processo de treinamentos em ambientes corporativos, onde a aplicação de tais elementos se dá por conta da utilização de pontos, medalhas, níveis, barras de progresso, quadro de honra, moedas virtuais, avatares, entre outros. 

Autores pontuam que a estrutura ideal da gamificação opera três elementos da teoria da autodeterminação, como autonomia, competência e pertencimento, atuando nos dois tipos de motivação, contribuindo então para uma mudança comportamental e alteração na forma de realizar determinadas atividades. 

De acordo com a teoria de autodeterminação, existem duas formas de motivação: a intrínseca e a extrínseca. Vale citar que ambas motivações estão ligadas a um aumento de desempenho, mas a intrínseca está fortemente associada com uma questão de bem estar, criatividade e aprendizado ao realizar uma determinada atividade, pelo fato do desejo de realização não está relacionado apenas com a “necessidade” de uma recompensa externa, mas sim pelo interesse de realizar uma atividade por ela ser estimulante e agradável. Levando para um ambiente corporativo, a motivação intrínseca está presente na relação entre trabalho e os valores e/ou interesse dos colaboradores.

A gamificação atua na combinação de elementos de jogos e dos conceitos levantados pela teoria da autodeterminação, colaborando para o aumento da motivação dos indivíduos ao realizarem suas obrigações cotidianas, como por exemplo as soluções desenvolvidas na Inside, como Treinamentos em Segurança do Trabalho, transformando assim atividades não tão atrativas e/ou não tão interessantes em algo prazeroso e até mesmo divertido de se realizar. 

Por fim, vale citar que a gamificação não tem como objetivo a transformação de atividades em jogos e/ou em diversão na prática de tarefas repetitivas, mas sim de contribuir para a transformação da percepção dos colaboradores em relação a essas tarefas.

Por que usar gamificação em meu negócio?

A aplicação da gamificação tem se mostrado cada vez mais eficiente dentro do ambiente corporativo, como por exemplo, no aperfeiçoamento de treinamentos, processos seletivos e na melhoria de aprendizagem e produção. 

Na Inside, são trabalhadas todas as frentes da gamificação para que a mesma seja aplicada em conjunto com as tecnologias imersivas, como a Realidade Virtual, em treinamentos empresariais, por exemplo. Ou seja, a gamificação é aplicada através de “Jogos Sérios”, para treinamentos dentro do ambiente corporativo. Portanto, é possível transformar e tornar os treinamentos corporativos em algo mais atrativo e interessante para os participantes, que se sentem motivados a não só concluírem o treinamento, mas a darem o melhor de si para obtenção de bons resultados.

Dessa forma, o uso da gamificação tem se mostrado significativo e muito eficiente em diversos setores, trazendo benefícios consideráveis, e  atuando de forma direta no aumento da performance e do engajamento dos colaboradores, pelo fato de possibilitar o monitoramento da progressão dos mesmos, facilitando a investigação e correção de erros frequentes, e atuando também com um sistema de reconhecimento e recompensa (reforço positivo) após a conclusão correta das atividades propostas. 

Por fim, vale ressaltar que não se deve confundir o conceito de gamificação com o uso exclusivo de jogos digitais, embora a mesma faça a aplicação de conceitos utilizados em jogos, é fundamental que o propósito esteja muito bem definido e alinhado com o objetivo a ser alcançado.

Além disso, existem muitas outras oportunidades para aplicar a gamificação a fim de melhorar processos e torná-los mais interessantes em diversas outras áreas. Nós da Inside, 

trabalhamos a gamificação em produtos e serviços digitais sob diferentes formas, que vão desde jogos mobile e web até LMS e tecnologias imersivas como Realidade Virtual e Realidade Aumentada.

Ficou interessado e quer saber mais? Venha conhecer o nosso site – https://insidetecnologia.com/  

Parte das informações foram retiradas do artigo “O Impacto da Gamificação” de Janaina Oliveira Rodrigues. Disponível em: https://repositorio.iscte-iul.pt/bitstream/10071/19718/1/master_janaina_oliveira_rodrigues.pdf 

Compartilhar